sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Subjetivar

Você me carrega no colo com suas palavras mansas e eu me sinto bem. Você brinca com os meus dedos e atrapalha meu cabelo trançado com aquele seu sorriso de canto a canto do rosto, que eu amo tanto. Incrível como alguém pode te dominar assim e você nem ao menos ter uma explicação. Não que eu queira ter uma explicação. Pra que tentar explicar, pra que tentar entender, medir, comprovar, justificar... Pra quê? Pra quê? Se eu sinto ou se eu canto às vezes, meio distraída, uma canção bonitinha que me faz lembrar de você... Pra que tentar conceituar o amor ou a felicidade? Métodos empíricos, amigo.


Foto: Johnny e Winona, lindos.

3 comentários:

Cinthya disse...

Apaixonada por esse texto Ana! Jesus amado..

Aliás pra que tentar explicar, mostrar pra todo mundo.. muitos talvez não entendam isso.. o sentimento não foi feito para ser explicado!

Ana Clara disse...

É só sentir mesmo (: obrigada!

Anônimo disse...

Maravilhosas palavras, linda foto!