segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Chega de mau humor repentino

Acho que devo retirar o que foi dito
Escrito, descrito e agora rabiscado por mim.

Quero ser feliz e como quero
E discordo do que eu disse sem pensar
Desacordo desse [meu] mau humor insano
Querendo tanto, mas tanto
Poder sentir o vento das manhãs 
E o sopro quente das noites de verão...
Como quero,
Como espero
E desejo...

E anseio por tempos assim.

Nenhum comentário: