sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Obs. 21:

Sou muito minha, esse é meu problema. Está aí, quem me lê, a minha cruz; está aí, espelho meu, a nossa bênção.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Fever and headache

Tenho algo a lhe dizer, é rápido:
quando eu vir você na rua 
e você olhar pra mim 
vou meio que dizer cantando 
uma canção que nunca ouvi:

I love you, boy
don't you dare to say goodbye again.

sábado, 24 de setembro de 2011

Introversos

É espontâneo, é infinito
tão meu e tão só
esse amor que por acaso sinto
não sei por que,
mal sei por quem

Só sei que amo
amo os pássaros que voam livres
e as flores que enfeitam o chão
amo teu rosto corado
teu sorriso de lado
e o tocar das tuas mãos

É espontâneo, é infinito
tão meu e tão só
é instantâneo
e tão bonito
tão meu (e só meu)

Eis que amo em introversão.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Obs. 20:

Parece lixo o que escrevo. Parece lixo o que sinto. Ninguém liga e eu pouco me importo, ninguém nunca soube das minhas promessas falhas mesmo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Ventos do sempre

"Tudo acaba, leitor; é um velho truísmo, a que se pode acrescentar que nem tudo o que dura, dura muito tempo. Esta segunda parte não acha crentes fáceis, ao contrário, a idéia de que um castelo de vento dura mais que o mesmo vento de que é feito, dificilmente se despegará da cabeça, e é bom que seja assim, para que se não perca o costume daquelas construções quase eternas."

Machado de Assis (Dom Casmurro)

sábado, 10 de setembro de 2011

Setembro

Fico pensando no que escrever 
e é tão angustiante pensar 
só sei que me iludo fácil
me apego fácil, ridiculamente

Chegou setembro
e a primavera não vem;
não há flores em meu cabelo
não há perfume algum no ar
só o seu, indo embora
me deixando a esperar

Assim, ridiculamente.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Obs. 19:

Amar é uma doença que nos cura o coração.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Diálogos interiores

Voltar ao meu normal
não sei se isso é bom ou se é ruim
"rasgue o véu da ilusão, pequena
realidade vale mais a pena
não há porquê viver em vão"

"Não viva em vão"
eu sei, eu sei
mas sempre me corroi outro eu aqui dentro
e chega a hora da autodestruição
que faço? 
finjo para o espelho a desintegração em mim?

"Você se arruma com um espelho que não reflete, narcisa
não reflete o que é obrigação de se ver
veja você se desperdiçando"

Veja a mim me amando, espelho meu
mal sei qual é o normal de mim pra ser sincera.