terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Claridade

- Fantasma de mãos palpáveis,
o que lhe pertence por aqui?


- Um dia a mais e tudo termina
.

- Quem já foi meu céu e meu inferno,

meu verão enquanto inverno,

a dor da culpa e o culpado,

ainda volta pra me assombrar?


- Um dia a menos e tudo começa outra vez.

- Não mais,
aprendi a deixar a luz acesa enquanto durmo.

Nenhum comentário: