terça-feira, 2 de novembro de 2010

Aprendendo com os mortos

Por que em Finados o dia fica tão tímido? O céu veste um frágil tom cinzento que não anuncia chuva e que também não promete sol. É o dia dos mortos ou das lembranças deles? Se for o dia das lembranças, o aspecto do céu contradiz meus sentimentos.

Dois de novembro é uma celebração da vida - meio distorcida, contudo uma que não pode ser ignorada -, existe para darmos mais valor à vida que temos, e ensina-nos a não perder tempo com insatisfações sem fundamento.

Vivemos irritados e somos mal agradecidos, negando sempre a forma como nossa vida termina. E termina? Há uma coisa chamada memória e um sentimento chamado saudade. Não são meios melhores do que a realidade do aqui e agora, mas as pessoas que deixaremos para trás não sofrerão de esquecimento.

Um comentário:

Cinthya disse...

Sim concordo com você que é celebração da vida, faz parte da nossa cultura e infelizmente a influencia da mídia sobre a gente.
Vivemos irritados mal afradecidos e muitas vezes sem ser diretamente falamos "Quero mais que você morra".
Adorei o post Ana!
Bjão
http://patexnha.blogspot.com