segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Pequena crueldade

Invisibilidade, só por um breve momento.
Alheia a qualquer coisa, a qualquer alguém.

Prove do néctar, talvez você goste.
Por que tão longe?
Você vem para mais perto que eu sei.


Então eu desapareço, pressa é o que eu não tenho.
É uma pequena crueldade que você supera.

Nenhum comentário: