domingo, 19 de setembro de 2010

Apreço

Amor em mim sempre houve de fato.
Mas desta vez o amor é excesso de uma leveza incomum.
Apreço que me vem em tempos.
Carrego um certo grau de sanidade que desconheço e um sorriso brinca em meu rosto sem compromisso.

Que venha a contradição:

Em questão de minutos volto às minhas quimeras.

Nenhum comentário: