quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Eclipse

Preto-branco-preto-branco, luz do sol, luz de nada. Ai meu Deus, o que é isso? Não só confuso, mas antigo como Adão. Como é mesmo que os opostos se atraem?

A natureza é simétrica: a treva beija a luz em ocasiões especiais.
Preto-branco, cor do amor.

Um comentário:

lorrayne t. disse...

Singelo e intenso. Definição gostosa do amor e da dualidade da vida.