sábado, 8 de maio de 2010

Melancolia barata

"
Que tal um safari pela minha mente? Suba cavalheiro, sente-se. Vamos, não se acanhe, só mais um degrau. Mil perdões se caso eu te assustar.
Essa é mais uma de outras tantas circunstâncias onde se chega a conclusão de uma crise existencial. Como de costume, tudo foi posto naquele meu caderno - todo velho e rabiscado. É como terapia, sabe?
Os meus sonhos sobrevoam livres o meu céu de azul sereno, enquanto os seus amigos - meus pesadelos - se amontoam no meu infinito oceano de medos (do qual ainda não defini a cor).
Confesso que me faltam motivos para ir aos lugares, ainda assim, meus pés atraem-me até eles e no meu bolso, sempre está o meu pacote de compostura. Escondidos em mim - quase ocultos, estão os pedaços, os meus cacos, apenas os que sobraram do meu espelho de cem faces
"
by me

Um comentário:

Ana Clara disse...

1, 2, 3, testando!