quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sendo

Sou doce ou melhor, quase doce... estou mais para agridoce, se você quer saber. Porque ninguém consegue ser gentil, simpático, educado e delicado o tempo todo. Sou estranha, mas me arrisco sim, algumas vezes, em dizer que sou completamente normal.
Sou sem coração, mesmo que em meu interior eu seja mais romântica que um francês. Sou inconstante, as pessoas vêem constância, mas - que diabos! - é só o que elas vêem!

Nenhum comentário: