quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Encontrado

A vida inteira você o procurou
E desde muito tempo espera o que todos esperam
Você cresceu ouvindo que o final é a melhor hora de todas
E fica ansioso para que chegue o seu "final feliz"

Ora, não era isso o que você sempre quis?
...
Enxergando onde nada é passível de ser enxergado
De tanto errar você fica cansado... decepcionado
Disseram que era bom, então porque te faz sofrer?
Só não te disseram uma coisa... talvez essa história não seja pra você

Passa o tempo... e você realmente enxerga o que todos já enxergavam
Você tentava se encaixar num lugar que não te pertencia
Você acreditava que, sangrando, a dor ainda não doía
Vivia deixado de lado... e achava que estava tudo bem

Não. Não estava tudo bem.
...
Tempos depois, você volta a ser sua única companhia
E olha, que maravilha, que belo dia
Você está sozinho outra vez...
Livre, leve, solto
Não acreditando em mais nada e em mais ninguém

De repente chega alguém e te pega pelo braço
É aí que você se encontra
É aí que você se dá conta
De que, de modo inesperado,
Você encontrou alguém a quem sempre havia procurado

Você aprende a amar e ama ser amado
Pela pessoa que é a sua paz e a sua tormenta
E que te faz bem...
Te faz se sentir livre, leve, solto
Dentro de um abraço
Abraço do qual você não quer sair... nunca mais

domingo, 25 de maio de 2014

Morte aos amores platônicos

Narcisa de tanto amar e não ser correspondida
Teve uma brilhante ideia
Quem não a corresponder, não corresponda
Quem a quiser e não houver recíproca, entenda
E aos amores platônicos... morram todos
Vocês não existem

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Closer

Somos tão miseráveis
Somos qualquer coisa que te dá sono e vontade de fugir
Somos tão miseráveis, descartáveis, invisíveis
Por que? Por que nós? Por que eu?

Você acorda e se sente um lixo
Você passa o dia se sentindo assim
Mas há um anestésico,
Analgésico, que te livra um pouco de você
Você passa suas horas com uma música na cabeça,
Uma imagem, uma situação da qual você não tem explicação

Parece tão simples ser feliz, parece tão simples sorrir
Você vai e sorri, finge por uns minutos
Mas no fim do dia o que te resta?
Estamos sozinhos
Vamos morrer tentando achar um caminho
Uma saída, um pouco de ar

Aquela música que tocou o dia todo na sua cabeça têm sua última nota tocada
Fica um vazio e uma vontade de ir embora, pular da sacada...
Alguém aí sentirá minha falta se eu não voltar?

Narcisa em sua viagem de volta

Narcisa, que bom ter você de volta
Espero que em suas férias você tenha tido tempo para si mesma
Espero que tenha nutrido seu amor próprio enfraquecido
E cuidado dos seus cabelos, como sempre rebeldes

Sem mais delongas... senti sua falta.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Expectations

Is the right guy coming?
Does he really exist?
Or he exists in my head
And in my head only?

I dream a lot
Wasting time when looking for
Now I am just tasting
What I have never tasted before

Dreams end
Expectations too
Making you feel terrible
Taking the best of you